De A a Z, tudo se pode fazer DE OUTRA MANEIRA...
 

Procissão na Tate Britain

Naquela tarde de Junho fomos à Tate Britain rever os quadros de Turner, mas logo ao entrar,  a Procissão estendia-se por todo aquele longo e alto átrio central. Ficámos colados à cor, ao volume, ao movimento e à força daquelas figuras que incorporam uma história global de movimento de dinheiro, poder e propriedade. Uma procissão dramática e carnavalesca, absorvente na sua complexidade minuciosa, desde os materiais às ideias.

Hew Locke, nasceu na Escócia, filho de um escultor original de Guiana, para onde Locke foi viver em 1966, altura em que a Guiana Inglesa se tornava independente. Mais tarde, voltou para Inglaterra estudar Arte.

Locke diz que se não fosse artista, era historiador: cada peça da Procissão leva-nos por peregrinações, migrações, comércio, carnaval, protesto, celebrações ou mesmo pela nossa própria jornada de vida

Manuel Rosário
Fevereiro, 2023

Galeria de Imagens

Fotos de Minnie Freudenthal e Manuel Rosário

Partilhar
Escrito por

Médico Gastroenterologista, nasceu em Lisboa em 1951. Fez o curso de Medicina na Faculdade de Medicina de Lourenço Marques e Faculdade de Medicina de Lisboa. Fez a especialidade no Harlem Hospital em Nova Iorque. Vive em Lisboa desde 1986.

COMENTAR

Últimos comentários
  • Avatar

    Extraordinário. Belas fotos. Parabéns!

  • Avatar

    Hà muito que a Tate é o templo da escatologia. Faz um bom par de anos que um “artista” italiano de nome Piero Manzoni, produziu latas de conserva com o próprio excremento sob o título Merda de Artista.. A Tate comprou uma lata por 20 mil libras (com o dinheiro do contribuinte, que a Tate é subsidiada pelo governo)
    A frivolidade destes happenings para entertenimento do publico é quase dolorosa !