De A a Z, tudo se pode fazer DE OUTRA MANEIRA...
 

As viagens do quadro

Conta a história, que este retrato foi o único bem pessoal que o meu pai, Hans Freudenthal, trouxe consigo da Alemanha quando, em 1936 fugiu de Berlim para Angola, onde mais tarde mudou o nome para João Freudenthal. Hoje. o quadro vive comigo em Lisboa.

As paredes vazias da casa em que vivemos, há quase 30 anos, dão-me espaço e descanso. Os quadros dos amigos, ficaram guardados na cave, mas o retrato do meu pai encontrou lugar em cima da cómoda do nosso quarto.

É frequente contemplar a pintura enquanto lavo os dentes. Diverte-me ser seguida pelos olhos de Hans. Um dia, mergulhei na assinatura do pintor… teriam os tentáculos da informação digital chegado ali?

Minutos depois descobri que David Bingham, um académico, estava nessa altura a fazer uma pesquisa sobre Lipczinski, o autor do quadro.

Lipczinski nasceu, tal como Joao Freudenthal, numa região da Alemanha que depois da Guerra de 14-18 se tornou parte da Polónia.

No início da carreira, o pintor viveu em Liverpool uma vida boémia até ser preso, como alemão, no início da Primeira Guerra Mundial. Depois da guerra, desiludido com a Inglaterra, que o tratara como inimigo, mudou-se com a sua mulher, Elizabeth, para Sopot onde a família do meu pai passava férias. No período entre Guerras, Lipczinski teve uma carreira brilhante como retratista da burguesia de Sopot. Sobreviveu à Segunda Guerra Mundial, ao regime comunista e ainda assistiu ao início do movimento “Solidariedade” nos estaleiros de Gdansk, nos anos 70.

David Bingham organizou uma retrospetiva da obra de Lipczinski, no National Museum de Gdansk e desafiou-nos para incluir o quadro na exposição.

Com a minha mãe, Maria Alice, o meu primo Percy, a sua mulher Aida Freudenthal e a prima Alexandra, levámos o quadro, muito bem embalado, até Gdansk.

Assim começou mais uma viagem do retrato de João Freudenthal sobre a qual fizemos o nosso primeiro documentário, que aqui partilhamos. O quadro ficou em exposição em Gdansk e viajou mais tarde para Liverpool, antes de voltar para casa.

E agora, veja o nosso primeiro filme!

Minnie Freudenthal
Julho, 2023

Video de Minnie Freudenthal e Manuel Rosário

Partilhar
Escrito por

Alice Minnie Freudenthal, médica Internista pelo American Board of Internal Medicine e Ordem dos Médicos Portuguesa. Áreas de interesse; neurociência, nutrição, hábitos e treino da mente. Curso de Hipnose clínica pela London School of Clinical Hypnosis. Curso de Mindfulness Based Stress Reduction. Palestras e Workshops de diferentes temas na área da neurociência para instituições académicas, empresas e grupos.

COMENTAR

Últimos comentários
  • Avatar

    Gostei.Mesmo.

  • Avatar

    Adoro o permanente sorriso de total felicidade da Minnie. Extraordinário!

  • Avatar

    Historia muito gira. Bravo pelo video. Bj

  • Avatar

    Loved it xx mark

  • Avatar

    I love it! Alice always beatiful !!

  • Avatar

    Que maravilha de filme, adorei a pequena viagem histórica que fizemos através das imagens, dos relatos ternurentos e bem humorados da Minnie, adorei a ideia. Ela aquece a alma de quem vê este mini documentário com os olhos do coração.
    Parabéns!