De A a Z, tudo se pode fazer DE OUTRA MANEIRA...
 

Bom ano aos que estão para nascer

Bom ano aos que estão para nascer

É caso disso! De lhes desejar bom ano.
Mesmo antes que cheguem, o melhor presente que lhes podíamos oferecer era os futuros “mãe e pai” passarem por uma “gravidez de reflexão”.
Para quê?
Criar outros seres humanos é um enorme desafio e responsabilidade. Hoje sabemos que o melhor indicador de sucesso na educação de uma criança, para esta se tornar um adulto equilibrado, é o autoconhecimento da mãe e do pai.
À nascença, a roleta genética atribui-nos algumas características. Os que nos rodeiam reagem a estas características e nessa interacção vai-se formatando a nossa personalidade. Nós somos também os outros!
Seria talvez o óbvio pensar que todos nos deveríamos autoconhecer. Na verdade, isto exige tempo de observação e reflexão que as famílias de hoje já pouco têm. Além disso, nas escolas, o autoconhecimento não é tratado com uma matéria essencial para a boa execução de todo o processo de educação.
O nosso sistema nervoso serve de órgão de comunicação com os outros e connosco próprios. Hoje, conhecemos um certo número de “instruções” que, uma vez aprendidas, facilitam a gestão das nossa acções, emoções, pensamentos, saúde pessoal e flexibilidade social.
Ter um bebé é uma aventura extraordinária. No entanto, traz desafios que ressoam em experiências da nossa infância, levantando por vezes conflitos em nós próprios que podem impedir a formação de núcleos familiares saudáveis para o crescimento de qualquer ser humano.
A mente, ao contrário dum computador, é psicológica e não lógica, maleável e não fixa. Períodos de receptividade e alegria são uma enorme oportunidade para a aprendizagem de ferramentas psicológicas.
Porque não juntar à sua consulta pré natal uma consulta de reflexão psicológica? Aproveite esse período para investir no melhor indicador de sucesso para o seu bebé!

Fotos de Minnie Freudenthal e Manuel Rosário

Partilhar
Escrito por

Alice Minnie Freudenthal, médica Internista pelo American Board of Internal Medicine e Ordem dos Médicos Portuguesa. Áreas de interesse; neurociência, nutrição, hábitos e treino da mente. Curso de Hipnose clínica pela London School of Clinical Hypnosis. Curso de Mindfulness Based Stress Reduction. Palestras e Workshops de diferentes temas na área da neurociência para instituições académicas, empresas e grupos.

COMENTAR

Últimos comentários
  • Avatar

    Absolutamente fascinante! Quanto sofrimento, quantos conflitos e incompreensões se poderiam evitar tanto para as crianças como para os pais, os irmãos, enfim, lança grandes desafios para a construção de uma família, de uma sociedade mais felizes.

    • Avatar

      A família está cansada e despida de gente! As jovens mães e pais de Portugal são mal pagos nos seus trabalhos e não têm tempo para fazer crescer uma família. Se esta se pudesse comprar empacotada e perfeita! Geneticamente encomendada?! Ser-se Humano dá trabalho …

  • Avatar

    Verdade… Tanta falta de tempo para o mais importante: poderem os pais e as mães conhecer-se a si próprios melhor, para estarem mais fortes e consistentes na educação dos seus filhos…

  • Avatar

    Há muito, muito tempo, li o pensamento de um “publicitário” americano (não fixei o nome) que adoptei, sem pagar direitos de autor: “Somos o que conseguirmos fazer dos genes que herdámos, no ambiente em que vivermos”. Quanto ao auto-conhecimento, também fui bafejado pela sorte na roleta genética… Há no entanto um problema “sério” a resolver… Como validar esse auto-conhecimento? Há pouco tempo, portanto já no fim da linha…, fiz um acróstico com uma espécie de “selfie” psicológica… Toda a gente achou piada, houve até quem, generosamente, tivesse dito que estava bem feito… mas ninguém me disse se correspondia ou não à ideia que de mim tinha! E se alguém o tivesse feito? Qual teria sido a minha reacção? Quer a minha mui estimada Drª Minnie ser a primeira ?